quarta-feira, 27 de abril de 2011

Esperando contra a Esperança



Talvez você esteja vivendo um momento em que tudo esteja parecendo contrário ao que Deus lhe prometeu, e sinta-se como Abraão, literalmente esperando contra a esperança, porque suas limitações físicas, emocionais, intelectuais, financeiras, dizem não ao que o Senhor revelou. Quem sabe, identifique-se mais com José. Deus lhe deu sonhos maravilhosos, mas, ao acordar, viu-se diante de uma realidade que é um pesadelo. Você foi traído por quem confiava, jogado em uma “cova”, ficou “vendido” diante do opressor. Ainda foi caluniado, e agora se sente preso a uma situação terrível, enquanto se pergunta: “O que fiz para merecer isso? Quando vou sair daqui? Deus se esqueceu de mim? Entendi direito o que Ele prometeu?” 

Ou ainda, como Moisés, talvez você tenha nascido sob um decreto de morte. Sua vida foi preservada por Deus, mas você foi criado no mundo, na casa do inimigo. Depois que cresceu, conheceu a verdade sobre Jesus, saiu do “Egito”, e anseia pelo dia em que verá os seus também libertos. Mas, por enquanto, tudo que vê é um deserto. Você pensa que Deus se esqueceu de você e de seu povo ou sente-se impotente diante do chamado dEle: “ide e pregai boas novas aos mansos, restaurai os contritos de coração, proclamai liberdade aos cativos e abertura de prisão aos presos; anunciai o ano aceitável do Senhor; os sinais seguirão os que crêem”.

Quando pensamos em como Deus preparou Moisés, José e Abraão, e como agiu através deles, percebemos que o Senhor tem meios estranhos para realizar suas infalíveis promessas. Quem pensaria que esses três heróis da fé estavam sendo preparados para vitória com uma sucessão de aparentes derrotas? Ah, a olaria de Deus! Como os sofrimentos foram necessários para dar a eles a estrutura de que precisavam para cumprir os propósitos divinos, abençoar outros e não perder a bênção que lhes estava destinada!

Gostamos de sentir que temos o controle da situação, de saber o que nos espera, para agirmos a respeito. Temos medo de sermos levados para onde não queremos, porque não compreendemos os propósitos eternos de Deus. Isso é o que mais assusta no cristianismo. Todas as convenções contrariadas, a gente seguindo na contra-mão do mundo. Ao mesmo tempo, a voz de Deus dentro de nós dizendo que estamos no caminho certo, que veremos o desejo do nosso coração realizado e ficaremos felizes, se tão-somente obedecermos ao Deus nada convencional, que escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; as coisas fracas, para confundir as fortes; as coisas vis e as que não são, para confundir as que são (1 Co 1.27,28).


Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para conhecer o que nos é dado gratuitamente [...] o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido (1 Co 2.12,15). Então, apesar das circunstâncias, apesar da dor, das dificuldades ouça a voz de Deus a dizer: “Vou realizar seu sonho, apesar dos seus tropeços, das suas limitações, da inveja dos irmãos, das covas, dos inimigos, das tentações, das prisões. A despeito de corações endurecidos, de você sofrer vendo seu povo aflito, de haver um mar à frente, depois um deserto a atravessar e tantos inimigos, você vencerá e conquistará a promessa. Você possuirá o que é seu por herança, porque Eu, por graça, já possibilitei tudo”.

Enquanto você se pergunta “onde está o meu riso?”, saiba que o que lhe for dado por Deus não poderá ser tirado, que Ele é o Deus que vivifica os mortos e chama a existência as coisas que não são como se já fossem (Rm 4.17). Quem sabe a seu respeito também poderá ser dito: o qual, em esperança, creu contra a esperança, e isso lhe foi imputado como justiça, e não duvidou da promessa de Deus por incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando glória a Deus; e estando certíssimo de que o que ele tinha prometido também era poderoso para fazer. Pelo que isso lhe foi também imputado como justiça (vv.18, 20,21). Jesus é a garantia da sua vitória. Ouça o que Ele diz: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus (Jo 11.40). Creia, irmão, e você verá que Deus é fiel e cumpre todas as suas promessas por Cristo Jesus!




Email que recebi hoje pela tarde.

Deus abençõe a todos que esperam Nele e renovam suas forças dia a dia.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Não temas,confie!


‘Não fiquem com medo, pois estou com vocês; não se apavorem, pois eu sou o seu Deus. Eu lhes dou forças e os ajudo; eu os protejo com a minha forte mão’. Isaías 41:10 (NTLH)

Nós passaremos por diversas situações difíceis, mas o Senhor estará conosco e nos livrará delas.

Os nossos medos nos impedem de receber o que Deus tem para a nossa vida.

Várias vezes temos medo de receber críticas, por isso, acabamos nos escondendo e perdemos oportunidades de nos expressarmos e até mesmo de declararmos JESUS! Sei disso, por experiência própria.

Mas só quem se prejudica com isso é você mesmo, sou eu mesma!

A crítica construtiva é uma oportunidade para crescer, amadurecer. Ser confrontado é ser corrigido. E depois de corrigir o que não estava certo, posso avançar para uma nova etapa, com novos desafios para vencer e voar mais alto.

É um cuidado do Senhor. Devo me preocupar com o que o Senhor pensa de mim.

Medo das nossas fraquezas, ou que descubram elas?

‘Humildade não é perfeição, é transparência’.

Transparência é mostrar como realmente somos sem máscaras.

Todos nós temos fraquezas e elas nos aproximam de Deus. A graça do Senhor nos basta (2 Cor 12:9)

Se fossemos ‘perfeitos’ como as outras pessoas veriam o poder de Deus em nós?

E Ele nos usa, mesmo com as nossas imperfeições e limitações. (1 Cor 1:26-29)

O medo é o que nos paralisa.

Fracassar é sinal que tentamos e Deus usa o fracasso para nos ensinar o arrependimento.

Com certeza, se tivéssemos só sucessos, seríamos ‘um bando de orgulhosos’. Deus nos perdoa e aceitar que fracassamos é aceitar esse perdão.

A humildade é um processo constante de Deus na nossa vida.

Mas voltando a Isaías 41:10 – o que tirei disso é que o segredo é confiar no Senhor . Quando confiamos, recebemos o AMOR e esse Amor lança fora o medo.

Sem medo enxergamos melhor e o Senhor nos dá sabedoria e graça.

"Não tenha medo de ninguém, pois eu estarei com você para protegê-lo. Sou eu, o Senhor, quem está falando. Jr 1:8 (NTLH)


sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Lavado de Branco


Lavado de branco - August Burns Red

Deixe seus valores controladores de lado,
E disseque sua própria vida.
Não se trata das minhas crenças
Trata-se da minha escolha pessoal
Parte o seu coração me ver consumir,
Mas parte o meu ao ver as pessoas te seguindo
Peça-me para ser inocente.
Você me pede para ser inocente.
Você me pede para ser inocente,
Mas quem é você para decidir o que é certo?
Não diga mais nenhuma palavra.

Não diga mais nenhuma palavra.
Você ultrapassou os limites. (4X)

Vamos lá!

Eu não hesitarei em colocá-lo em seu lugar.
Você é o talo que esmaga as minhas costas.
Você me pede para ser inocente.
Você me pede para ser inocente,
Mas quem é você para decidir o que é certo?
Não diga mais nenhuma palavra...

No entanto, agradeço-lhe por esta caneta e munições de tinta.
Obrigado pela inspiração.

Você é o talo que esmaga as minhas costas.
Voce é o sal que queima as minhas feridas. (3X


sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Escolha o fôlego de vida!

“Você, um macaco bípede? Casualidade química? Surpresa atômica? De forma alguma. Você tem o fôlego de Deus. Ele exalou em você, transformando-o em uma alma vivente.”

Deus exalou fôlego de vida em você!

Você e eu fomos criados segundo imagem e semelhança de Deus (Gen 1:27).

Nós somos a criatura de Deus que pode ter um relacionamento pessoal com Ele, como pai e filho.

Quando o pecado entrou no mundo através do primeiro homem e da primeira mulher (Gen 3:6), esse relacionamento pessoal com Deus foi rompido.

Mas através de Jesus Cristo foi restituído.

Jesus veio, morreu e ressuscitou ‘para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna’.(Jo 3:16)

Isso não é maravilhoso?

Deus quer que você viva, que desfrute de todo amor e graça que a comunhão com Ele te oferece.

Deus te deu o fôlego de vida com um propósito e não apenas para passar um tempo nessa terra. Porque existe muito mais do que tudo isso que conseguimos ouvir e ver (1 Cor 2:9).

Deus nos ama tanto que nos fez de uma maneira que podemos pensar, refletir, escolher... Você leu bem? Podemos escolher.

Você escolhe como vai usar sua alma vivente.

Seu olhar pode ter um brilho diferente, seu sorriso pode ter uma motivação surpreendente, suas palavras e seus pensamentos podem ser melhores do que aquilo que há em você.

Pode haver vida em você!

Deus nos fez assim, pois tem sonhos para nós e quer que desfrutemos de tudo isso.

Eu escolhi viver, viver para um Deus e através de um Deus que é Pai, que nos quer por perto, andando em seu jardim.

Escolhi receber o fôlego de vida, escolhi experimentar de uma comunhão dia a dia, escolhi buscar a vida.

E experimentei e experimento todo dia, um amor que me constrange e me atrai, amor que me encoraja a viver um propósito.

Esse que exalou em você é o mesmo que sustenta o universo momento após momento, sem fazer esforço algum.

Escolha sorrir, não só por estar alegre, mas por receber um fôlego que te faz VIVER.

Escolha ter a vida em você. Escolha.